Exame papanicolau: aliado contra o câncer

10 de mar de 2018
[caption id="attachment_2821" align="alignleft" width="448"]Exame Papanicolau Exame Papanicolau[/caption]

Segundo informações do Sistema Único de Saúde (Datasus), o câncer de colo de útero é o terceiro tumor que mais atinge as mulheres do Brasil. Na cidade de Curitiba, a doença sofreu uma diminuição de 38% nos últimos 15 anos em razão do exame preventivo e tratamento ainda no início da doença. O exame é de fundamental importância, pois é a maneira mais eficaz para se detectar a doença. Desde 1997, Curitiba e mais seis outras cidades foram escolhidas para colocar em prática um programa piloto do governo federal chamado Viva Mulher. A redução dos casos da doença é o resultado do projeto realizado no passado pela política da saúde. A conseqüência é que esta ação mudou o hábito de saúde das mulheres curitibanas. Metas foram estipuladas pelo governo, e os agentes de saúde se preocuparam em cumprir e atingir pelo menos 80% da população alvo, que eram mulheres com idade entre os 35 e 60 anos. Para conseguir este feito, todas as mulheres que iam aos postos de saúde, independente do motivo da procura, eram convidadas a fazer o exame, que era simples e rápido e custava apenas R$ 6,00. No fim, os procedimentos eram realizados nos postos ao invés de mais caros e nos hospitais. Atualmente o programa do governo federal, além do câncer de colo de útero, abrange também prevenção contra o câncer de mama. O grande desafio é conduzir este exemplo para outras cidades e estados. A periodicidade do exame é de uma vez ao ano, por dois anos consecutivos. Após esse período, poderá ser feito a cada três anos. O câncer de colo de útero é causado pelo vírus HPV (vírus do papiloma humano). A transmissão se dá por meio de relação sexual e contato a vulva, região do períneo, perianal e bolsa escrotal. O melhor modo de se proteger é com o uso da camisinha e exame preventivo.

Vacina contra o vírus HPV

Um projeto de lei (PL) que pretende imunizar meninas de nove a treze anos está tramitando na Câmara dos deputados. O PL nº 4483/12 recebeu parecer favorável na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Para o governo federal, a vacinação em massa teria um alto custo para os cofres públicos, sendo que cada dose custaria R$300,00 e para maior eficácia, serão necessárias três doses. Ele afirma que o teste papanicolau é a maneira mais eficaz e que apresenta mais benefícios em relação à doença, pois é barato e se feito regularmente, pode detectar as lesões em uma pré-fase da doença. É válido lembrar que a vacina contra o HPV, não pode ser substituída pelo exame preventivo. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), as vacinas que estão disponíveis no Brasil protegem contra alguns tipos de HPV, mas não oferecem proteção para 30% dos casos de câncer de colo do útero causados por outros tipos.

  more Parceiros da Revista: - A Papira Gráfica Online, parceira a 04 anos da Revista, faz toda impressão das edições e distribuição para todo o Brasil de nossos exemplares. Na área gráfica, a Papira é destaque na venda de cartão de visita, flyers, panfletos, folhetos, cadernos personalizados e materiais gráficos em geral. Tags: cartão de visita, cartao de visita, panfletos, folhetos, flyers, gráfica online, grafica online, cadernos