0 - 3 anos

Natação para Bebês – Uma forma saudável e estimulante para seu bebê

13 de fev de 2018
O bebê já é adaptado ao meio líquido desde a gestação onde são capazes de fazer movimentos natatórios, demonstrando uma série de reflexos. A criança, principalmente em seus primeiros anos de vida, passa por um processo intenso de desenvovimento e maturação. Até os cinco anos de idade as crianças têm a capacidade de ter 90% do seu cérebro preparado para o futuro. Todos esses desenvolvimentos podem ser auxiliados e estimulados com a natação.more A natação é um excelente exercício para os bebês, além de contribuir para o desenvolvimento físico, psicológico e social da criança. O exercício na piscina ajuda também a tranqüilizar o sono, estimular o apetite, melhorar a memória, além de prevenir algumas doenças respiratórias. A maioria dos bebês durante os três primeiros meses de vida, tem muita cólica, horários regrados de amamentação, as necessidades fisiológicas são mais freqüentes, além da adaptação da própria mãe em relação à nova vida depois do nascimento do bebê. Por esse motivo, é ideal iniciar essa atividade a partir dos quatro meses de idade. Segundo a professora de educação física, Daniele Salum, as aulas precisam ser preparadas para cada faixa etária, sendo estimulante e agradável “São feitas atividades com músicas e utilizando materias simples como: objetos feitos de e.v.a, brinquedos coloridos, pranchas, bóias, etc. Prefiro que os bebês façam atividades com mais contato físico com os pais”. Nesse contexto é importante ressaltar a importância da participação dos pais nessas aulas, pois eles passam confiança ao bebê e criam um vínculo muito maior com seu filho. A natação é indicada em qualquer época do ano, mas no inverno devemos tomar alguns cuidados como: o local das aulas deverá possuir uma estrutura preparada para os dias frios, temperatura da água da piscina entre 33º e 34º celsius e vestiários climatizados. “Se o bebê tiver muito cabelo, utilizar secador. Na saída do vestiário cobrir a cabeça pra deixá-lo bem quentinho. Cuidado com o ouvido, independente do clima”, comenta a professora. Antes de se iniciar qualquer atividade física para o bebê é essencial que a mãe informe a pediatra, assim ela irá instruí-la adequadamente conforme a necessidade de cada bebê. Daniele dá mais algumas dicas importantes “Não matricular o bebê no horário que tenha mais sono, fome ou provável de maior evacuação”, comenta. Se interessou em colocar seu ‘filhote’ na natação, mas ainda tem algumas dúvidas? A professora, Daniele Salum pode auxiliá-los por e-mail: danisalum@gmail.com.
Artigo anterior

Alojamento Conjunto

Artigo seguinte

Evento Inesquecível! Deixe seu evento especial!