0 - 3 anos

Amamentação – Um direito de todos

19 de fev de 2018
Alegria e incerteza, emoção e dúvida, carinho e desconforto… Tudo isso passa pela cabeça da mulher grávida na hora de amamentar seu bebê. Para que esse ato natural da vida seja feito de uma forma correta e saudável, é preciso aprender a amamentar. moreNão existe nada complicado, a insegurança é significado de muitas histórias terríveis que você já deve ter escutado por aí. Pois bem, mamãe informada se sente preparada e segura, fazendo o ato de ofertar o leite materno, um prazer! “Amamentar é você dar amor, não tem explicação aquela ‘pessoinha’ dependendo de você pra tudo”. A advogada Jucelia Baron, mãe de três filhos definiu assim o sentimento de amamentar e é de extrema importância pensar que todas as crianças têm esse direito. É preciso se perguntar “Qual à hora ideal de começar a pensar na amamentação?”. O preparo dos seios é muito importante para uma amamentação saudável, então é bom começar logo, na gestação. Procure em uma de suas consultas à ginecologista abordar o tema e ir se informando. Ela orientará o preparo das mamas e também fará uma avaliação dos mamilos, que podem ser protrusos (estes já estão prontos para a amamentação), planos, semi-invertidos ou invertidos. Os três últimos precisam ser preparados para serem protrusos e para que o ato de amamentar ocorra adequadamente. Mas não se desespere se seus seios não estiverem imediatamente adequados, pois você começou cedo e ainda dá tempo de deixá-los perfeitos para o aleitamento. É muito importante fazer exercícios locais e passar bucha vegetal durante o banho, o que vai ajudar a deixar a auréola mais resistente. Segundo a enfermeira responsável pela maternidade do Hospital Nossa Senhora das Graças, Rosemeri Schambeck “Para fortalecer a pele dos mamilos recomenda-se tomar sol por 5 minutos antes das 10 horas da manhã e após as 16 horas. Quando o mamilo é protuso, não há necessidade de exercícios, porém é orientado massagear a aréola para torná-la mais macia e elástica. Quando o mamilo for plano ou invertido pode-se usar sutiã com furo para que o mamilo fique fora, massagear e esfregar os mamilos após o banho com um tecido macio, segurar os seios entre as mãos e fazer massagem na direção dos bicos, puxá-los várias vezes com cuidado para não machucá-los e usar concha de amamentação”, explica. Depois de todos os procedimentos feitos na gestação e o preparo da mama, a mamãe fica novamente ansiosa, com milhares de dúvidas. “Será que eu terei leite suficiente?”, “Será que o bico do meu mamilo vai rachar?”. Não existe fórmula mágica, é preciso ouvir as orientações médicas, estar segura e bem informada!Uma boa dica é ler livros sobre o tema, pois assim diminui a ansiedade. Choro, emoção, expectativa, envolto a diversas emoções você vai receber seu filho sabendo que o aleitamento materno é fundamental para a saúde, além de evitar diversas doenças e infecções. Segundo a enfermeira, são diversos os benefícios que a amamentação proporciona “O vínculo mãe e filho satisfaz o bebê pela qualidade e não pela quantidade. É a primeira ‘vacina’ ofertada para o pequeno, pois as imunoglobulinas protegem contra bactérias, vírus e outros intrusos, reduzindo assim a mortalidade infantil. Tem função laxativa ajudando a eliminar o mecônio, previne a icterícia, é de graça e em temperatura ideal, está pronto a qualquer hora. Contribui para a saúde da mulher reduzindo alguns tipos de câncer e voltando ao peso mais rápido”. É aconselhável que a mamãe fique calma, em um ambiente silencioso, com poucas pessoas e ter paciência, muita paciência! Como você, seu bebê também tem que aprender e juntos vocês vão descobrindo como ficar mais confortáveis e logo passará a ser uma rotina prazerosa entre mãe e filho. Rosemeri orienta que a mulher que está amamentando deve fazer dieta para um melhor resultado na hora da amamentaçao “A dieta precisa ser bastante equilibrada, fazer pelo menos de 4 a 6 refeições diárias, rica em proteínas e leite, sendo que este supre as necessidades de cálcio e vitamina D, carnes de qualquer espécie, peixes, pelo menos 5 porções de frutas e verduras ao dia, quanto mais colorida a refeição melhor”. E comenta ainda que é preciso evitar alguns alimentos como: “doces, gorduras, sal e bebidas alcoólicas.”, peça ajuda para as próprias enfermeiras do Hospital ou Maternidade que você vai ter o bebê, eles estão preparados para esse tipo de informação. Lembre-se: perguntar não custa nada e nem ofende! A enfermeira garante que é importante amamentar até no mínimo o sexto mês “Segundo a Organização Mundial da Saúde é ideal o leite materno exclusivo até o sexto mês, após este período deve-se introduzir novos alimentos, podendo se estender a amamentação até os dois anos de vida”. Amamentar é uma forma de amor, seja consciente e ofereça o melhor para seu filho.
Artigo anterior

Icterícia Neo Natal

Artigo seguinte

Mães! Você sabe como surgiu o dia da pessoa mais especial do mundo?