Translucência Nucal – fundamental para verificar a saúde do seu bebê

27 de mar de 2018
É fundamental que a gestante tenha um acompanhamento da sua gravidez, o famoso “pré-natal”. São nessas consultas que o médico realiza avaliações da gestante e do bebê. São executados diversos exames laboratoriais que têm como objetivo cuidar da saúde da mãe e do feto.more Uma das maiores preocupações da gestante é: “Será que meu filho vai ser saudável”? Pois bem, existe uma ecografia que avalia a medida de “Translucência Nucal” (TN), na qual é realizada entre a 11 e 13a semana gestacional, mais precisamente quando o feto mede entre 45 e 84mm de comprimento da cabeça à nádega. Translucência Nucal é um espaço localizado na região da nuca do feto, preenchido por líquido, que pode ser medido pelo ultrassom. Todos os fetos apresentam este espaço, porém em alguns, este espaço pode estar aumentado, indicando um maior risco para determinadas patologias. Nesta ultra-sonografia é possível avaliar se o bebê tem alguma alteração cromossômica, malformação ou alguma síndrome genética. Segundo o especialista em Medicina Fetal do Instituto da Mulher e Medicina Fetal de Curitiba (IMMEF), Cláudio Corrêa Gomes “É importante ressaltar que esta medida tem uma função de rastreamento e não diagnóstico, ou seja, uma TN normal não exclui a possibilidade de o feto ter uma doença e sim diminui a sua probabilidade”, explica. Essa é a oportunidade de saber se está ou não tudo bem com o bebê em desenvolvimento. Com esse exame pode-se detectar a Síndrome de Down, Síndrome de Edwards, Síndrome de Patau, Turner, entre outras. Também as anomalias genéticas não cromossômicas e algumas malformações, cardíacas, urinárias e esqueléticas. O exame é um alívio para 95% dos pais que obtém a informação que o feto está em formação normal, o que tranqüiliza e muito essa notícia. Já 5% dos casos atingem a TN acima do valor máximo estipulado, o que exige um maior cuidado em relação ao bebê e ao psicológico dos pais. “A principal vantagem do diagnóstico antecipado destas alterações é o preparo do casal para o nascimento de uma criança especial. Além disso, o preparo da equipe que irá receber este bebê, bem como a melhor forma de atendimento pré-natal.”, comenta doutor Cláudio. É necessário após a detecção de uma TN alterada que se realize um Aconselhamento Genético. Trata-se de uma consulta que irá expor os riscos de cada paciente para determinada patologia. Este risco irá levar em conta, além da Translucência Nucal a idade materna e outros marcadores como: osso nasal e a história prévia da paciente. Após este aconselhamento a paciente irá decidir se deseja ou não realizar um teste que irá lhe fornecer um diagnóstico definitivo. Este teste pode ser realizado através de uma punção da placenta (Biópsia de Vilosidades Coriônicas) ou da aspiração do líquido amniótico (Amniocentese). Peça mais informações sobre esse exame para seu médico do pré-natal, ele vai lhe informar e tirar suas dúvidas. É fundamental cuidar da sua saúde e conhecer seu bebê. E o mais importante: Não deixe de verificar a data do exame, pois só pode ser feita no período já mencionado.   Por Priscila Mello