Psicologia em função da gestação

6 de jun de 2018
Hoje em dia muita coisa mudou. As mulheres estão mais independentes, comprometidas cada vez mais com a vida profissional, estão deixando para ter filhos mais tarde, aumentou significativamente o número de mulheres que são mães solteiras, entre inúmeros outros fatores que merecem uma atenção especial.more A gestação pode envolver emoções, sentimentos e também causar difícil adaptação e certos desconfortos. É pensando nisso, que se detecta a necessidade de um acompanhamento psicológico durante esse período envolto de mudanças para a mulher, para o casal e também para a família. Por ser a gravidez um momento de modificações na rotina, no corpo, no humor, nos hormônios, a terapia pode ser uma grande aliada á mulher que vive esse período. Muitas pessoas não sabem como lidar com essa nova perspectiva, de, por exemplo: ser mãe solteira, mudanças no corpo, ter mais um filho depois de anos, conciliar família e carreira, dificuldade para engravidar, ter filho com uma idade mais avançada, mães de fetos mal formados, gestantes de alto risco, etc. As psicólogas, Alice Franch, Mariana Vianna e Simone Bortolato viram a necessidade dessas pessoas serem orientadas corretamente, por esse motivo oferecem um trabalho psicológico individual, para casais ou até mesmo familiar. As dúvidas e temores são normais neste período, mas é muito importante que se fale sobre isso, e muitas vezes com pessoas que não tenham envolvimentos emocionais diretamente ligados, como a família ou amigos. As profissionais têm uma visão mais ampla da situação e conhecimento para indicar diversos outros profissionais que possam assim contribuir para um melhor resultado em suas dúvidas. O trabalho do psicólogo é importante para ajudar a futura mãe a lidar com a ansiedade, insegurança, angústias ligadas à chegada do bebê, assim como a gravidez não programada, de risco, dificuldades de engravidar e a depressão pós-parto. A partir desta visão, adquirimos mais clareza, conhecimento e coragem para agirmos nas mudanças que vão se apresentar como necessárias para alcançarmos novas perspectivas de realização e felicidade. É importante cuidar da saúde, mas sem esquecer da ‘cabeça’, uma pessoa bem resolvida, orientada e com informação gera bebês mais espertos e saudáveis para a sociedade, além de serem mais felizes. Para maiores esclarecimentos, as psicólogas estão à disposição no tel. 3339-0088.
Artigo anterior

Proteção! Um gesto de responsabilidade – Vacinas

Artigo seguinte

Moda Gestante – Elegância e Estilo