Reta final... 9º mês de gestação

9 de ago de 2018
Reta final... 9º mês de gestação Os últimos dias da gravidez parecem mais longos do que toda a gestação. A ansiedade com o parto e em ver a carinha do bebê é enorme!   Uma boa saída é concentrar-se nos preparativos finais. Estocar fraldas, fazer um plano de ação, dividi-lo com aqueles que estarão no momento do parto, como o futuro papai, pais, irmãos e amigos, e verificar a rota que será feita até a maternidade são boas medidas preventivas. É normal o umbigo da mamãe se sobressair, como uma pequena protuberância.  A frequência urinária aumenta devido à posição do bebê que comprime a bexiga. Poderá haver um inchaço maior dos tornozelos e pés. O líquido amniótico apresenta seu volume máximo e bebê se encaixa na bacia da mãe, em posição para o seu nascimento. O colo do útero ficará mais fino preparando-se para o parto em decorrência das contrações de Braxton Hicks. Um incômodo generoso poderá ser sentido devido ao peso e à pressão do feto. Exaustão, dores e dificuldade para dormir serão sintomas freqüentes. Muitos destes sintomas estão relacionados ao volume da barriga e o aumento de peso, mas a ansiedade pode ser outro fator que contribui bastante para tudo isso que a futura mamãe sente. A perda da tampão mucoso - uma secreção mucoide que reveste o colo uterino - pode sai na calcinha junto com laivos de sangue. É importante saber que isso é normal e é um dos primeiros sinais que anunciam o trabalho de parto. Após a perda do tampão O espaço em que o bebê está fica cada vez menor, então chutes e socos vão desaparecendo e dão lugar a manobras que o bebê faz, muitas vezes deixando nítido o desalinhamento da barriga da mamãe. Após a 36ª semana, é importante visitar o obstetra uma vez por semana para avaliação clínica, exame físico e orientações sobre trabalho de parto e possíveis doenças que podem acontecer na reta final da gestação como aumento da pressão (pré-eclampsia)   Você já está em trabalho de parto se suas contrações: - São regulares ou têm intervalos de tempo iguais, como por exemplo, a cada 5 minutos.
- Têm duração de 30 a 70 segundos. 
- Perda de líquido ou sangramento via vaginal. Por Carolina Leal
Artigo anterior

As manchas da gestação

Artigo seguinte

4 Semanas de gravidez: O desenvolvimento de teu bebê