É melhor prevenir do que remediar

22 de mar de 2018
É melhor prevenir do que remediar melhor prevenir Quem nunca ouviu esse ditado? Mas nem todo mundo pára pra pensar nele. Com os avanços e descobertas na área de medicina, hoje tem muito se falado em medicina preventiva. O que muita gente não sabe, ou nunca se atentou a isso, é que o pediatra é o médico que mais exerce esse tipo de medicina. A puericultura é o acompanhamento periódico da criança, aquela consulta mensal que muitos pensam ser apenas para medir e pesar a criança,vai muito além disso. Então para que serve a consulta de puericultura? A consulta de puericultura (ou consulta de rotina com o pediatra) serve tanto para a criança quanto para os pais. Nela o pediatra vai, além de fazer o exame físico completo da criança e avaliar seu crescimento e ganho de peso, avaliar também o aumento do perímetro cefálico (circunferência da cabeça) que pode detectar problemas no desenvolvimento cerebral ou na quantidade de líquor (líquido que protege o cérebro). Durante essas consultas o pediatra também observa o desenvolvimento motor e neurológico da criança detectando possíveis atrasos, e orientando os pais para que sejam feitos os estímulos adequados a cada idade. O que muitas mamães não sabem, e que pode diminuir muito a ansiedade e as dúvidas com relação ao seu bebê, é que existe uma consulta feita pelo pediatra à gestante que está no último trimestre da gestação. Nesta consulta o pediatra pode orientar a futura mamãe sobre amamentação, cuidados de higiene e banho, quanto tempo o bebê dorme ou a cada quantas horas deve mamar, etc. A Sociedade Brasileira de pediatria orienta que a criança deve ter uma consulta com seu pediatra durante a primeira semana de vida (após sair da maternidade), e que faça acompanhamentos mensais até os seis meses de idade, passando a ser trimestral até os 18 meses, semestral até os quatro anos e anual à partir dos cinco anos. A cada consulta o pediatra avalia e orienta os pais sobre o desenvolvimento da criança, nutrição, vacinas, sono, saúde bucal, prevenção de acidentes, puberdade, desempenho escolar, etc. Os cuidados desde a gestação e durante os primeiros anos de vida até a adolescência são fundamentais para que a criança se torne um adulto saudável. Muitas doenças que acometem adultos se iniciam na infância, e podem ser prevenidas e evitadas. E para muitos pais é tranqüilizador saber que a criança tem um médico que a conhece e que pode auxiliá-los se a criança vier a ter algum tipo de doença. Muitas vezes evitando uso de medicamentos ou antibióticos. Toda criança merece ter um pediatra para chamar de seu.