Gestante Viajante

26 de jun de 2018
Gestante Viajante mamae-viajante Para gestantes que viajam, devem haver cuidados redobrados com binômio mãe-filho pois além de aspectos fisiológicos e emocionais da gestação e existem os risco inerentes a cada viagem.Qualquer viagem durante a gestação deve ser avaliada em conjunto com obstetra. Quando necessário deverá ser solicitado o auxilio de um médico especialista em medicina do viajante que irá avaliar o estado da gestante e os riscos que podem ocorrer em sua viagem. Para esta avaliação será considerado o estado clínico da gestante, seus fatores de risco, o motivo da viagem (lazer, trabalho, visita a familiares, estudo), local de destino, meio de transporte, local de hospedagem, tempo de viagem, acesso a serviço médico. Situações de risco para uma viagem que merecem avaliação médica prévia: gestante com história de sangramento vaginal, parto prematuro, anemia importante, alterações placentárias, alteração do crescimento fetal, gestação múltiplas, diabetes, gestação acima de 35 anos e abaixo de 15 anos; presença de doença crônica não controlada; viagens para altas altitudes (acima de 2500 metros); realização de mergulho; viagem para regiões com alta endemia de doenças transmitidas por picada de mosquitos como malária, dengue, febre amarela, ou outras doenças para as quais não exista vacina disponível. Importante que toda gestante verifique seu calendário vacinal e discuta com seu médico em especial vacinas de hepatite B, tétano, coqueluche e influenza ( gripe).

Segundo a Academia Americana de Ginecologia e Obstetrícia, o melhor período para a gestante viajar é durante o segundo trimestre. Durante o primeiro trimestre o risco de aborto é alto e as vacinas e muitos medicamentos não são recomendadas devido ao risco teórico de alteração no desenvolvimento fetal.

Orientações gerais durante e após viagens: gestantes que viajam para o exterior devem providenciar seguro saúde com cobertura obstétrica; para viagens nacionais é sempre importante verificar se o plano de saúde oferece cobertura no local de destino; a gestante deve solicitar ao seu médico orientação sobre as principais intercorrências que podem ocorrer durante a viagem e quais os medicamentos que deverá levar ou que podem ser utilizados durante a gestação sem risco para o feto.

Para gestantes sem complicações antes de completar 36 semanas, as viagens áreas normalmente são seguras. As principais preocupações em relação a viagens aéreas estão relacionadas as baixa de oxigênio em vôos de altas altitudes devido à despressurização da cabine, trombose de membros inferiores, desencadeamento de trabalho de parto, estresse da viagem longa permanência em aeroportos.

Viagens de automóveldevem ser limitadas a seis horas por dia com parada de dez minutos a cada 90 minutos para movimentação dos membros inferiores.

  more Parceiros da Revista: - A Papira Gráfica Online, parceira a 04 anos da Revista, faz toda impressão das edições e distribuição para todo o Brasil de nossos exemplares. Na área gráfica, a Papira é destaque na venda de cartão de visita, flyers, panfletos, folhetos e materiais gráficos em geral. Tags: cartão de visita, cartao de visita, panfletos, folhetos, flyers, gráfica online, grafica online